Vale a pena ser afiliado?

marketing-de-afiliado
20dez, 2020

Bom antes de tudo você precisa saber como funciona o sistema de marketing de afiliados.

Basicamente é você vender um produto digital, ou até mesmo físico ganhando comissão por cada venda. A maioria dos produtores te dão dicas de como você pode vender o produto deles, as comissões giram em torno de 10% até 80 dependendo do produto.

Parece uma boa já que você pega o produto pronto só precisando vender certo?
ERRADO! Não vale a pena trabalhar com marketing de afiliado, e vou te contar o por que:

 

Listei aqui alguns motivos para você repensar sobre esse mercado e porque não se tornar um afiliado:

 

1- Se você entrou no mundo do marketing digital quer dizer que está atrás de dependência financeira, não ter um patrão buzinando no seu ouvido a todo momento, ganhando um salário que mau da para você pagar as suas contas. Quando você se torna afiliado, você automaticamente estará trabalhando de empregado novamente, pois estará vendendo algo que não é seu, ganhando apenas comissões, o dia que o produtor decidir parar a venda, ou decidir que não quer que você venda para ele, pronto, você estará desempregado novamente.

Sou da opinião que todos nós temos a capacidade de lançar algum produto no mercado digital, a maioria das vezes o mínimo que você sabe sobre algo, pode ser muito para alguém que não sabe nada. O mesmo trabalho que você terá em vender um infoprodutor como afiliado, você terá para vender o seu produto, pasmem, sem dividir o seu lucro com ninguém.Com certeza você tem alguma habilidade, hobbie que pode se transformar em um curso, um e-book, um ativo.

 

2-  Eu já fui afiliado e o que mais me incomodava era o fato de que o infoprodutor ficava com todos os leads gerados por mim e pelos outros afiliados, entenda:Quando trabalhamos como afiliado, fazemos toda as estratégias de marketing para levar o lead para a página de venda do produto, ele finaliza a compra seja ela por cartão ou por boleto bancário, o e-mail dele já está com o produtor.Mesmo que o lead imprima o boleto, mas não faça o pagamento, o e-mail dele já está em posse do produtor, mesmo que ele só entre na página e não compre, é possível fazer um trabalho de remarketing , para que ele finalize a compra.Então eu não fazia apenas vendas, eu gerava uma lista com todas as pessoas que chegavam até a sua página, transformando sua lista em uma “máquina de imprimir dinheiro”, pois com essa lista em mãos o produtor pode:

  1. – Fazer remanrketing- Lançar outro produto do mesmo segmento, usando os leads que eu conquistei pra ele.
  2. – Aquecer a lista com um outro produto
  3. – Fazer vendas recorrentes

 

3- Alguns infoprodutos, principalmente os que oferecem curso de marketing digital, ensinando vender pela internet, ganhar “milhões em uma semana” acabam fzendo um papel duplo, pois o produtor junta as vendas dele e todos os afiliados e usa isso como prova social e vendas, ele se torna autoridade no assunto, ganha seguidores, fãs, fama através daquilo os afiliados proporcionaram para ele e você continua um mero desconhecido, sem nenhuma autoridade, talvez você até se destaque entre os afiliados, ganhando premio de vendedor do mês, mas será só isso e mais nada.

Resumindo, o mercado de afiliado pode ser bom para quem ache que não tem capacidade de criar algo só seu, para quem não se importa de trabalhar para os outros, o primeiro info produto sempre é o mais difícil, parece que nunca sempre falta algo, que não está bom, mas depois do primeiro surgi diversas ideias.

Uma boa sacada para você começar criar o seu infoproduto é identificar as dificuldades que as pessoas têm para executar certas coisas.

 

Exemplo:

Imagina que você tem conhecimento básico com Excel, e você criou uma planilha para controlar as despesas da sua casa, cartão de crédito etc.
Essa planilha te ajuda no dia a dia a manter organizada as suas contas, parece algo simples não?
Mas você tem ideia de quantas pessoas no mundo não sabe nem abrir o Excel? Você sabe quantas pessoas no mundo tem dificuldades em manter organizadas as despesas domésticas pela falta de controle nas contas?

Outro exemplo, imagina que você fez um curso para melhorar suas habilidades para fazer bolos com aquelas coberturas coloridas que da água na boca só de pensar?
Com a sua técnica somada com o que você aprendeu no curso, você pode lançar o seu próprio curso para quem está começando, vejo isso acontecer com frequência, as pessoas compram cursos caríssimos de 4, 5 mil reais e sabem que muitas pessoas não terão oportunidade de adquirir um curso tão caro.
Então eles lançam o que aprenderam nesse curso + o conhecimento que já tinham com um preço bem inferior, para que outras pessoas possam comprar.

 

Enfim, as possibilidades são gigantescas, entre no mercado digital com os dois pés na porta e seja feliz.

Boas vendas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *