Como criar um infoproduto de sucesso

como criar um infoproduto de sucesso
27dez, 2020

Quem acompanhou minhas últimas postagens aqui no blog, viu que eu não sou a favor do sistema de marketing de afiliados (clique aqui e saiba o porque), criticar é fácil, difícil é encontrar uma solução para não ser um afiliado certo? Bom, por esse motivo fiz esse post para te dar dicas de como criar o seu próprio infoproduto.

O primeiro de tudo é saber no que você é bom? O que você faz de melhor que possa solucionar o problema de alguém. E isso pode ser qualquer coisa, muitas vezes está em algo que você faz no seu dia a dia. O que você acha que é pouco, pode ser muito para muitas pessoas.

 

Algumas ideias de infoprodutos:

 

Planilhas do Excel, para empresas ou despesas pessoais.

Muitas pessoas não têm conhecimentos com planilhas, sejam elas microempresários, ou pessoas que querem controlar os gastos em casa, porque então não criar planilhas para ajudar essas pessoas? Hoje em dia todo mundo quer controlar os gastos para ver se sobra alguma coisa, ou pelo menos não estoure o orçamento, você pode fazer algo básico que realmente ajude essas pessoas, ou até algo mais sofisticado, vai depender do seu conhecimento.

 

Especialista em tráfego, muitos afiliados aprendem na marra a criar campanhas principalmente nas redes sociais para divulgar o produto no qual são afiliados, que tal criar um curso ensinando pessoas a criar suas próprias campanhas? Se você já tiver resultados expressivos pode ser um bom chamariz para começar, outra dica nessa mesma área é se dedicar há algum nicho especifico e ensinar as pessoas a criarem campanhas.

 

Designer para leigos, você já viu a quantidade de imagens ruins que tem nas redes sociais? Muitas pessoas não têm conhecimento necessário e nem equipamentos que possam auxiliar nessas criações, aí de repente você manja de Photoshop, AI, ou até mesmo do Canvas, que tal criar vídeos aulas ensinando como criar artes para as redes sociais? Através do screencast (gravar tela do computador) você consegue criar aulas passo a passo e vender seus conhecimentos.

 

E-books em geral, a melhor forma de começar a ser produtor é através da criação de e-books, qualquer habilidade sua pode se transformar em algo valioso para a sua audiência. Uma boa maneira de identificar qual assunto você poderá abordar no eu e-book é participando de grupos no Facebook, acredito que todo mundo participa de algum grupo para aprender ou aperfeiçoar algo. Então fique de olho nas dúvidas das pessoas, enumere todas elas e crie seu e-book focado nisso, o melhor infoproduto é sempre que resolve algo para alguém.

 

 

Agora vou mostrar uma dica de ouro pra você começar a ser um infoprodutor.

 

Se você acha que não tem nenhuma habilidade capaz de solucionar algum problema, você pode adquirir um PLR. Bom você deve estar se perguntando o que seria esse tal de PRL?
PRL é como comprar os direitos autorais de algum infoproduto, legal né? Dessa maneira você não precisa desenvolver seu próprio infoproduto, você compra um pronto, e divulga como se fosse seu, podendo colocar seu nome como o produtor do conteúdo.

Alguns PLRs são tão legais que já vem com copy pronta, página de captura e tutoriais para divulgação. No Brasil já existem alguns produtos, mas os melhores são dos gringos, vale muito a pena pagar para alguém traduzir o conteúdo para você começar nesse aérea de infoprodutor.

 

Como encontrar PLR.

 

Existem milhares de sites PLR pela internet, alguns nacionais, como disse acima eu prefiro os gringos, pois os nacionais as chances de ter centenas de pessoas com esse produto é enorme. Então buscando pelos gringos, já contando com a dificuldade do idioma, a procura é pequena, as chances de você ser o único vendedor desse produto é enorme.
(Sim PLR várias pessoas podem comprar e ter os direitos de venda, por isso prefiro os gringos)

Para encontrar PLR faça uma busca no Google, e irá aparecer centenas de sites, se você estiver procurando por um assunto especifico, traduza para o inglês e faça a pesquisa.

 

Listarei alguns sites:

 

 

Eu nunca uso as imagens que vem junto para a divulgação do produto e nem a copy, procuro estudar o produto e desenvolver as minhas próprias imagens e copy, já para diferenciar se caso outra pessoa também tenha adquirido os direitos de vendas do mesmo produto.

 

 

Bônus:
Como criei meu primeiro infoproduto:
Eu estava trabalhando com Social Media, e via que muitos profissionais como eu, tinham a necessidade de ter algo profissional em mãos para apresentar para os clientes.

 

As dores que identifiquei para criar meu infoproduto:

 

Contrato
A maioria dos freelancers e social media não tinham um contrato que amparasse eles junto ao cliente e muitos ficavam sem receber, criei um contrato para que estivessem amparados pela lei.

 

Material de apoio na hora de reunião

A maioria chegava na reunião com o cliente com um bloco de papel e caneta demonstrando falta de profissionalismo, além de não saber o que perguntar para o cliente, sendo assim criei um Briefing personalizado onde o cliente vê com outros olhos o profissional chegando com um material pré-pronto e personalizado.

 

Não saber quanto cobrar

A maioria não sabe quanto cobrar pelo próprio serviço, então desenvolvi uma planilha onde o Social Media pode calcular seu valor por hora, acabando definitivamente com essa dificuldade.

 

Essas foram as principais dores que pude identificar para criar meu infoproduto, solucionei vários problemas que os profissionais de Social Media tinham.
Viram como é fácil criar um produto? E você, continuará sendo refém dos produtores ou lançará sem próprio infoproduto?

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *